sexta-feira, 29 de abril de 2011

Salto de desenvolvimento

Nos comenários do post passado me foi lembrado que tudo o que está acontecendo com o Gu poderia ser um salto de desenvolvimento, o que sequer tinha passado pela minha cabeça, já que eu tinha percebido claramente os anteriores, nos quais embora ele tenha ficado chatinho, não há sequer paralelo de comparação com o seu atual estado.

A Pâm fez até a gentileza de me encaminhar um texto sobre o salto de desenvolvimento deste período. A Anine e a Michele também opinaram neste sentido. Aí, coincidência ou intercessão da "santa das mães de primeira viagem", recebi um e-mail do Guia do Bebê que continua justamente informações sobre isso ("Fases de crescimento e desenvolvimento que modificam o sono do bebê e da criança" - Dra. Andréia C. K Mortensen).

Dia 26 o Gu entrou na 19a. semana. Aí vai a transcrição do Salto de Desenvolvimento correspondente:

"- 19 semanas (4 meses e meio): por volta da 14ª. até a 17ª. semanas o bebê pode parecer mais ‘impaciente’. Esse é um dos saltos mais longos: dura cerca de 4 semanas, podendo porém se estender por até 6 semanas. O bebê chora mais, apresenta mudanças extremas de temperamento e quer mais atenção e colo. Consegue alcançar e pegar um brinquedo, sacudi-lo e colocá-lo na boca, passá-lo de uma mão para outra. Pode ganhar o primeiro dente. Os sons que o bebê emite se tornam mais nítidos e complexos, consegue fazer alguns sons como ‘baba’, ‘dada’. Tudo cheira, soa e tem gosto diferente agora. Dorme menos. Estranha as pessoas e busca maior contato corporal quando está sendo amamentado. Depois desse salto o bebê vai poder virar de costas e de barriga para baixo, e vice-versa, se arrastar pra frente ou pra trás, olhar atentamente para imagens num livro; reagir ao ver seu reflexo no espelho e reconhecer seu próprio nome."

Pois é meninas! Acho que vocês realmente acertaram. Uma coisa que não tinha reparado tanto, mas agora me ficou óbvia é a mudança de temperamento. Ele sempre foi tranquilo, não chorava quase. Agora "arma" os maiores berreiros. Inclusive às 3 da manhã! Também começou a estranhar as pessoas. Até sorri um pouco quando está no meu colo, mas é sair dele e já chora. Muito. Por outro lado tem paciência de ficar sozinho no quarto dele, conversando com o mobile, com os ursinhos, com as mãos.

Ah! E as conversas. Tá falando muito, o tempo todo. E o mais engraçado é que quando chorava - antes - fazia "ai ai ai" e todo mundo já ria. Agora ele faz "ai ai ai nenê" e aí já viu né! Sim meninas! ele fala nenê!!! (Recado mental - Preciso gravar...). Já olha os pés,mas não pega. O que ele pega são os brinquedos, e claro leva na boca!

E é este "levar à boca" que me leva a crer que tem dente aí. Porque ele não morde só. Percebo claramente que ele tá coçando a gengiva. Quando ele morde nossos dedos, nossa! É forte! Fora o "cocôzinho". Típico de dente (segundo as "experientes" da família).

Agora estou mais aliviada. Não ainda não passamos o salto. Mas saber que é ele me deixa feliz, mesmo passando por tudo isso, pois logo ele estará fazendo "mais alguma coisa" pra nossa alegria!

E por falar em alegria, nem comentei sobre a consulta dos 4 meses!

Neste mês o Gu cresceu muito! Está com 64 cm! Peso não foi muito não comparado com os padrões anteriores. Na consulta ele estava com 6,935 kg. Mas sim, continua fortinho! :-)

E estou notando que este mês ele crescerá muito, do mesmo jeito. Isto porque comprei umas roupinhas na Feira do Bebê em Campinas neste mês e algumas já estao certinhas no corpo - ou seja, em questão de dias não servem mais - e eu pensei que usaria por no mínimo mais um mês! Dentre as várias coisinhas, comprei uns pijaminhas e o Gu fica parecendo um "homenzinho" com eles! Uma fofura!

Obrigada meninas pelos comentários e pela ajuda! Beijos!

n))

quarta-feira, 27 de abril de 2011

É dente !?!

Ai que estes ultimos dias tem sido o caos!!!

O Gu tem dormido muito mal, o que resulta num sono péssimo pra mim tb!

Semana passada meus sogros vieram de MG e aí mudança total na rotina, pra piorar minha secretária do lar ficou doente e faltou 2 dias. Depois foi minha vez, um piriri danado seguido de febre, pra minha sorte durou só um dia.

Aí foi fazer sala pros sogros, fazer um presentinho (artesanato) pra sogra e pra vó do maridex, correria só. O Gu que já tava ruinzinho ficou pior. No sábado, fomos lá nós correndo imprimir fotos, terminar os presentes, levar na casa da cunhada, tudo olhado pro relógio com medo de não dar tempo... Nesta noite o Gu praticamente não dormiu, no domingo de Páscoa fomos pra minha mãe, ele quase não dormiu de dia, chorando muito e com muita diarreia. Eu achava que ele tinha pego o piriri de mim, mas aí foi aumentando, aumentando, e agora ta uma loucura. Fora o choro e a dificuldade pra dormir.

Só posso crer que não se trata se super estimulaçao mas sim de dentes.

Já até comprei Camomilina C (que ele está odiando tomar) e tô rezando pra ele melhorar. Nao aguento mais acordar tanto à noite.

É isso. Desculpem o mal humor e tals... Quando eu voltar a dormir mais volto a escrever de forma decente...

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Ele também é meu flho!

O Gu está cada dia mais sorridente! Ainda não estranha as pessoas, mas se está de mal humor (sim, ele 'puxou' a mim) aí não quer papo. Mas de modo geral sorri sempre, pra todo mundo, pra tudo.

Deu uma gargalhadinha pra mim, umas pra uma das tias e varias pro papai (claro...). ainda não é daquelas enooormes, que fazem a gente rir no youtube, mas tá valendo!

A novidade é ele gargalhar dormindo! Eu e o papai quase tivemos um troço! Foi lindo!

Acho que é sinal de mais uma coisa igual a mamãe! Eu rio dormindo, falo dormindo, choro dormindo, canto dormindo... E tenho os sonhos mais loucos da face da Terra...

Como já me disseram, "a carinha é do papai, mas tem muito da mamãe aí também!".

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Chegou a minha vez....

... de ficar aflita com a creche!
Falta ainda 2 meses pra eu voltar a trabalhar, mas como o Gu não vai pra creche particular ($$$) tenho que fazer a inscrição já, sob o risco ainda de não conseguir a vaga a tempo... Tem o risco também de ter vaga imediata aí meu nenezinho já vai, tão pequenininho, fazer a adaptação.Já me disseram que é melhor, porque dá pra fazer uma adaptação bem lenta, mas é f$%¨&, né?

Fomos conhecer 2 escolinhas daqui de perto, onde provavelmente ele ficará e gostamos, principalmente da primeira, e estou torcendo pra vaga ser lá. A diretora foi muito calorosa e amorosa, não só com o Gu, mas conosco também o que pra mim faz muita diferença.

Ele continua um grude comigo, quando saio se deixo com o papai ele consegue ficar sem chorar por quase 1 hora. Com qualquer outra pessoa chora em menos de 5 minutos. E imaginar meu menininho chorando lá na creche já está me deixando louca, mas é preciso... Além do que acredito sinceramente que fará bem pra ele, para seu desenvolvimento...

Agora falando de coisas boas, ele está super-hiper-conversador! Conversa comigo, com o papai (principalmente), com a TV, com os cachorros, com os brinquedos, com ele mesmo! E conversa alto! As vizinhas dizem que escutam! Não escutavam chorar, mas conversar..rs..

E agora resolveu gritar. Quando quer chamar nossa atenção não chora, grita! Alto! É até bonitinho! rs

Amanhã, meu mocinho faz 4 meses... O tempo está voando!

sábado, 9 de abril de 2011

mini-novidades

E eis que no alto de seus quase quatro meses de vida o Gu dá sua primeira gargalhada. Na verdade foi uma mini-gargalhada, não foi daquelas grandes que fazem a gente gargalhar junto. Mas aconteceu, linda e meiga! Foi ante-ontem.

Pra meu desespero não foi pra mim e sim pro papai, com suas brincadeiras mais "masculinas". Nós assustamos tanto que acho que assustamos o Gu e ele calou.

Aí ontem mini-gargalhou de novo.

E de novo pro papai.

Ele tá todo prosa com o papai estes dias. E nada de gracinhas comigo. Na verdade até tem chorado no meu colo. Levei no PS, medo de infecção de ouvido, porque chorou mamando. Nada, ainda bem!

Mas o choro continua... É cedo pra outro salto de desenvolvimento. Ai comecei a pensar e pensar...

Acho que ele está meio entediado. Ou seria "mini-entediado"? Todo dia, dia todo, somos ele e eu aqui em casa (que é pequena). Acho que ele quer outros ares. Então bóra passear e torcer pro chorinho cessar!

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Muito prazer, sou mãe de menino!

Dando uma olhada geral num blog novo pra mim dei de cara com um post que me acertou em cheio e me levou às lágrimas.

Me fez olhar pra esta bolotinha cheia de dobras e imaginar o dia que deixaria de ser um bebê gorducho pra se transformar num menino sapeca.

Me fez lembrar do sentimento (durante as tentativas e na gestação) de que eu teria um menino. Sentimento confuso já que eu não sabia se sentia que seria ou se na verdade eu queria um menino.

E aí ele veio e o no meio da frustração diante de lindos laços e frufrus vem o orgulho diante de uma pólo (ou camisa de botões), um bermudão e tênis.

E num dia qualquer a gente se depara com um texto que de tão perfeito nos comove. Tomei a liberdade de transcrevê-lo:

"Entre a inocência da infância e a compostura da maturidade, há uma deliciosa criatura chamada menino. Embora se apresentem em tamanhos, pesos e cores sortidas, todos os meninos têm o mesmo credo: aproveitar cada segundo de cada minuto de todas as horas de todos os dias e protestar ruidosamente (o barulho é sua única arma) quando seu último minuto é decretado e os adultos os empacotam e os colocam na cama.
Meninos são encontrados em todas as partes: em cima de, embaixo de, dentro de, subindo em, balançando-se no, correndo em volta de, pulando para.
As mães os adoram, as meninas os odeiam, irmãos e irmãs mais velhos os suportam, adultos os ignoram, o céu os protege.
Um menino é a verdade com rosto sujo, a beleza com um corte no dedo, a sabedoria com um chiclete no cabelo...
Quando você está ocupado, um menino é uma conversa-fiada, intrometido e amolante.
Quando você deseja que ele cause boa impressão, seu cérebro vira geléia ou ele se transforma em uma criatura empenhada em desmontar o mundo .
Um menino é híbrido: o apetite de um cavalo, a disposição de um engole-espadas, a energia de uma bomba atômica de bolso, a curiosidade de um gato, os pulmões de um ditador, a imaginação de júlio verne, o entusiasmo de um bombeiro e, quando se mete a fazer alguma coisa,é como se tivesse cinco polegares em cada mão.
Gosta de sorvetes, canivetes, serrotes, pedaços de pau (em seu habitat natural), bichos grandes, papai, sábados, domingos e feriados, mangueiras de água.
Não é partidário de catecismo, escolas, livros sem figuras, lições de música, colarinhos, barbeiros, meninas, agasalhos, adultos e 'hora de dormir'.
Ninguém mais é capaz de enfiar num único bolso um canivete enferrujado, uma maçã comida pela metade, um metro e meio de barbante, um saco de matéria plástica, tres notas de dinheiro, um estilingue e um fragmento de 'substância ignorada'.
Um menino é uma criatura mágica: você pode mantê-lo fora do seu escritório, mas não pode expulsá-lo de seu coração.
Queira ou não, ele é seu captor, seu carcereiro, seu dono, seu patrão - um sarapintado, um nanico, um pacote de encrencas. Mas, quando à noite você chega em casa, com suas esperanças e seus sonhos reduzidos a pedaços, ele possui a magia de soldá-los num segundo pronunciando apenas:
'Oi, mamãe!'..."Oi papai!'..."


Depois deste texto lindo e de me imaginar vivendo cada um das situações, vivenciando o cresccimento e o amadurecimento do meu "meninozinho", e me sentir imensamente feliz e abençoada por isto, só posso dizer: Muito prazer, sou mãe de menino!

*Recomendo que leiam o post da Pâm. Lindo e inspirador. Além disso tem um presentinho para as mamães de meninos!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Ai que sono!

Noite terrível... Pela primeira (!!) vez o Gu acordou com cólicas... Chorava de dor e de sono, e eu molinha tentando embalar... Nem na minha cama ele ferrou no sono, foi a noite toda de soninho picadinho...

Eu tô só o bagaço e pra piorar tenho de sair hj, resolver umas pendências de trabalho, pagar contas... Tomara que consiga tirar um soninho na casa da minha mae...

EStou achando que o Gu está muito mais sensível Àquilo que eu como... Comi doce soltou o intestino, comi mais feijão, deu cólica... E nunca foi assim... Vou me policiar mais.

Beijos

sexta-feira, 1 de abril de 2011

O que deu neste menino? Leite adoçado!

Mais uma vez o Gu fez cocô de madrugada. Não fez muito, mas fez. E já tinha feito outras (!!) vezes durante o dia. Pela manhã foi um Deus nos acuda, eu com horário pra sair, pra acompanhar minha mãe no médico e ele brincando de limpa e suja (eu ficava com a parte do limpa, claro!).

Fiquei aqui "matutando" o que deu neste menino? E me lembrei dos cupcakes que fiz e obviamente estou comendo: doces!

Não dizem que vc é o que vc come? Agora sei (pois antes não acreditava nisso) que meu leite é o que como! Atualmente é doce! ahahahahhaha

Meninas, agora preciso de uma ajudinha, o pediatra do Gu não falou nada sobre o que comer e não comer. Eu claro não perguntei (depois da restrição da gravidez, queria mais era comer!). Me ajudem nisto? O que comer e não comer?

Agora vou voltar pra cama e tentar dormir mais uma horinha, Gu, como já dito, deu trabalho esta madrugada...