domingo, 22 de maio de 2011

Alívio, pelo menos momentâneo

Não, não há nenhum problema com o Gu. Ele está bem, obrigada! Teve reação por causa da vacina, mas já passou... Em função dela demorei mais 1 dia pra introduzir as frutas. Banana prata ele está comendo bem. O suquinho de laranja não foi bem aceito, ele passou mal, chorou, acho que foi muito forte. A lima não era tão lima assim, sei lá, como disse minha irmã algumas frutas hoje não são tão puras. Vou procurar outra e tentar novamente. Ele também não curtiu maça, mas vamos insistir. Devagarinho ele aceita.

Mas vamos ao tema do post. Como comentei no anterior, perdi meu sono há alguns dias. As finanças não vão bem e eu estava encontrando problemas pra quitar minha casa... Me desesperei. Já sou desesperada por natureza, mas desta vez foi trash. E uma coisa dependia da outra, ou seja, meus planos foram por água abaixo, inclusive o de trabalhar 6 horas por dia pra poder ficar com o Gu.

Chorei, claro, esperei tanto poder educá-lo, mas infelizmente ele vai passar 8 horas na creche. Depois, pensando com mais calma, me lembrei que muitas crianças são criadas assim, passando o dia todo na creche e ainda assim os pais desempenham um papel importante na sua educação. Obviamente tenho que ficar de olho e não deixar tudo para a creche. O tempo que ficar com ele terá de ser um tempo produtivo. Mas sei que é possível educá-lo da forma que acredito correta, com valores...

Depois do desespero (e do apoio de pessoas próximas, o que foi importantíssimo) consegui ir colocando a cabeça no lugar e tentando resolver o que era possível, um passo por vez.

Agora já consigo ver uma luz no fim do túnel e acho que conseguirei resolver a questão da quitação da casa. Infelizmente creio que somente com ação judicial, mas com enormes e reais chances de resolver, de acordo com as pesquisinhas na internet.

Torçam por mim queridas, quem sabe ano que vem eu não consiga passar mais horas com o Gu!

Estou devendo visitas e vou pagar a dívida com cada uma, viu?

Beijos!

sábado, 14 de maio de 2011

5 meses

Faz 5 meses que segurei nos braços meu melhor e maior presente!

Ele está incrível! "Fala" o tempo todo e já brinca muito sozinho com seus brinquedinhos. Já agarra (e puxa pra por na boca) os brinquedinhos do tapete de atividades. A mesma coisa com o móbile do berço.

Hoje vamos começar com outros alimentos,o que me alegra e aflige ao mesmo tempo: está ficando cada vez mais evidente que este bebêzinho tão meu está crescendo e já não dependerá exclusivamente de mim. Sei que é um pensamento egoísta, mas não consigo evitar!

Prometo visita-las, estou realmente sumida, probleminhas que até me tiraram o sono, depois explico melhor...

Agora me deixem curtir e mimar meu lindo no dia dele!

bjo!